Show Menu
TÓPICOS×

Conformidade com o GDPR/ePrivacy e o encaminhamento pelo lado do servidor

Esta seção explica as melhorias recentes feitas ao encaminhamento pelo lado do servidor que foram solicitadas pelo regulamento de conformidade de cookies da UE , que entrou em vigor em 30 de setembro de 2017.
O encaminhamento pelo lado do servidor é usado para compartilhar dados do Adobe Analytics com outras Experience Cloud Solutions, como o Audience Manager, em tempo real. Quando habilitado, o encaminhamento pelo lado do servidor também permite que o Analytics envie dados a outras soluções da Experience Cloud e, consequentemente, que essas soluções enviem dados para o Analytics durante o processo de coleta de dados.
Até recentemente, o encaminhamento pelo lado do servidor não tinha uma maneira de delinear entre eventos/ocorrências de consentimento e pré-consentimento. A partir de 1 de novembro de 2018, você, como o controlador de dados (cliente do Adobe Analytics) tem a opção de restringir o pré-consentimento a dados do Adobe Analytics, e evitar que sejam encaminhados para o AAM. Uma nova variável de contexto de implementação permite sinalizar ocorrências onde o consentimento não foi recebido. A variável, quando definida, evita que tais ocorrências sejam enviadas para o AAM até que o consentimento seja recebido.
Quando esta nova variável de contexto, cm.ssf=1 , existir em uma ocorrência, tal ocorrência é sinalizada e não é encaminhada pelo lado do servidor ao AAM. Caso contrário, se essa sequência de caracteres não for exibida em uma ocorrência, a ocorrência é encaminhada ao AAM.
O Encaminhamento pelo lado do servidor é bidirecional, ou seja, ao ser aplicado a uma ocorrência e esta ser encaminhada ao AAM, o Audience Analytics recebe informações de segmento referentes à ocorrência pelo AAM e as envia de volta para o Analytics. Como resultado, ocorrências que não são encaminhadas pelo lado do servidor do Analytics para o AAM não serão implementadas com a lista de IDs de segmento do AAM. Portanto, haverá um subconjunto de tráfego/ocorrências que não receberão informações de ID de segmento do AAM.

Detalhes da implementação

Dependendo do seu método de implementação, siga estas etapas.
Método de implementação
Etapas
Adobe Experience Platform Launch
Supondo que a extensão do Adobe Analytics esteja instalada, adicione a seguinte definição de variável de dados de contexto ao editor de código personalizado na configuração Ação de uma Regra:
s.contextData['cm.ssf'] = '1'
observação: configure a variável de dados de contexto e defina-a como 1 se um cliente não consentir com o marketing direcionado. Ajuste a variável contextdata como 0 para clientes que consentiram com marketing direcionado.
DTM
Adicione a definição da variável contextdata ao editor de Código de página personalizado:
s.contextData['cm.ssf'] = '1'
Observação: defina a variável contextdata e ajuste-a para 1 se um cliente não consentir com marketing direcionado. Ajuste a variável contextdata para 0 para clientes que consentiram com marketing direcionado.
AppMeasurement
Adicione a definição da variável contextdata ao arquivo AppMeasurement.js:
s.contextData['cm.ssf'] = '1'
Observação: defina a variável contextdata e ajuste-a para 1 se um cliente não consentir com marketing direcionado. Ajuste a variável contextdata para 0 para clientes que consentiram com marketing direcionado.

Criação de relatórios (opcional)

Use o Adobe Analytics para criar relatórios sobre qual porção de seu tráfego é baseada em consentimento e como resultado foi encaminhada pelo lado do servidor, versus qual porção não é baseada em consentimento e não foi encaminhada para o AAM.
Para configurar esse tipo de relatório, mapeie a nova variável de contexto para uma variável personalizada de tráfego (prop) por meio de regras de processamento. Para fazer isso
  1. Implemente a variável "cm.ssf" (conforme mostrado acima.)
  2. Use regras de processamento para mapear a variável de contexto para a prop.
    1. Acesse Analytics > Administração > Conjuntos de relatórios e, em seguida, selecione um conjunto de relatórios.
    2. Clique em Editar conjunto de relatórios > Geral > Regras de processamento .
    3. Clique em Adicionar regra.
    4. Em Sempre executar , substitua o valor da prop habilitada anteriormente pela variável de contexto "cm.ssf(Context Data)".
    5. Clique em Salvar .