Show Menu
TÓPICOS×

Sub-workflow

A atividade Sub-workflow permite acionar a execução de outro workflow e recuperar o resultado. Essa atividade permite usar workflows complexos ao usar uma interface simplificada.
Você pode chamar vários sub-workflows em um único workflow. Os Sub-workflows são executados de forma síncrona.
No exemplo abaixo, um workflow chama um subworkflow por meio de saltos. Para obter mais informações sobre objetos gráficos do tipo salto, consulte esta seção .
  1. Crie um workflow que será usado como um subworkflow em outro workflow.
  2. Insira uma atividade Jump (end point) com prioridade 1 no início do workflow. Se você tiver vários saltos do tipo "ponto final", o Adobe Campaign usará o salto "ponto final" com o número mais baixo.
  3. Insira uma atividade Jump (start point) com prioridade 2 no fim do workflow. Se você tiver vários saltos do tipo "ponto inicial", o Adobe Campaign usará o salto "ponto inicial" com o número mais alto.
    Se a atividade do subworkflow fizer referência a um workflow com várias atividades Jump , o subworkflow será executado entre o salto tipo "ponto final" com o número mais baixo e o salto tipo "ponto inicial" com o número mais alto.
    Para que o subworkflow seja executado corretamente, você deve ter apenas um salto tipo "ponto final" com o número mais baixo e apenas um salto tipo "ponto inicial" com o número mais alto.
  4. Complete e salve este "subworkflow".
  5. Crie um workflow principal.
  6. Insira uma atividade Sub-workflow e abra-a.
  7. Selecione o workflow que deseja usar na lista suspensa Workflow template .
  8. Também é possível adicionar um script de configuração para alterar o workflow referenciado.
  9. Clique em Ok . Uma transição de saída com o rótulo da atividade Jump (start point) será criada automaticamente a partir do workflow selecionado.
  10. Execute o workflow.
Uma vez executado, o workflow chamado como um subworkflow ainda estará com o status Being edited , o que significa que:
  • Você não pode clicar com o botão direito do mouse nas transições para exibir o target.
  • A contagem de públicos intermediários não pode ser exibida.
  • Os registros do subworkflow são exibidos no workflow principal.
Se ocorrer algum erro no subworkflow, o workflow principal será pausado e uma cópia do subworkflow será criada.

Parâmetros de entrada (opcional)

  • tableName
  • schema
Cada evento de entrada deve especificar um target definido por esses parâmetros.

Parâmetros de output

  • tableName
  • schema
  • recCount
Esse conjunto de três valores identifica o público alvo do query. tableName é o nome da tabela que registra os identificadores de target, schema é o schema do público (normalmente nms:recipient) e recCount é o número de elementos na tabela.
  • targetSchema: Este valor é o schema da tabela de trabalho. Esse parâmetro é válido para todas as transições com tableName e schema .