Show Menu
TÓPICOS×

Automatização via workflows

Atividade de gestão de conteúdo

Criar, editar e publicar conteúdo pode ser automatizado usando um workflow configurado através da interface do cliente do Adobe Campaign.
A atividade Content management é acessada pela barra de ferramentas Tools do diagrama de workflow.
As propriedades da atividade são divididas em quatro etapas:
  • Content : permite inserir conteúdo existente ou criar conteúdo,
  • Update content : permite modificar o assunto do conteúdo ou atualizar o conteúdo por meio de um fluxo de dados XML,
  • Action to execute : permite salvar ou gerar conteúdo,
  • Transition : permite escolher se gera ou não uma transição de saída e a nomeia.

Conteúdo

  • Especificado pela transição
    O conteúdo a ser usado foi criado anteriormente. Os processos se referem à instância de conteúdo propagada pelo evento de entrada. O identificador de conteúdo é acessado por meio da variável "contentId" do evento.
  • Explícito
    Permite escolher o conteúdo criado anteriormente.
  • Calculado por um script
    Seleciona uma instância de conteúdo com base em um template JavaScript. O código a ser avaliado permite recuperar o identificador de conteúdo.
  • Novo, criado por meio de um template de publicação
    Cria um novo conteúdo por meio de um template de publicação. A instância de conteúdo será salva na pasta "cadeia de caracteres" preenchida.

Atualização do conteúdo

  • Assunto
    Permite modificar o assunto da ação de delivery ao publicar.
  • Acesso aos dados de um feed XML
    O conteúdo é atualizado de um feed XML de uma fonte externa. Um URL deve ser inserido para que o download de dados ocorra.
    Uma folha de estilos XSL pode ser usada para transformar os dados XML de entrada.

Ação a ser executada

  • Salvar
    Salva o conteúdo criado ou modificado. O identificador do conteúdo salvo é propagado na variável "contentId" do evento de saída.
  • Gerar
    Gera os arquivos de saída para cada um dos modelos de transformação com uma publicação do tipo "Arquivo". A transição de saída é ativada para cada arquivo gerado, com os seguintes parâmetros: o identificador do conteúdo salvo na variável "contentId" e o nome do arquivo na variável "filename".

Transição

A opção Generate an output transition permite adicionar uma transição de saída à atividade Content management para vincular uma nova atividade à execução do workflow. Após verificar essa opção, insira um rótulo para a transição.

Exemplos

Automatização da criação e do delivery de conteúdo

O exemplo a seguir automatiza a criação e o delivery de um bloco de conteúdo.
O conteúdo é configurado através da atividade "Gestão de conteúdo":
Uma nova instância de conteúdo é criada por meio do modelo de publicação e da pasta de cadeia de caracteres de conteúdo.
No nosso exemplo, sobrecarregamos o assunto do delivery. Ele será considerado em vez do inserido no template Delivery .
O conteúdo é preenchido automaticamente por um feed XML vindo do URL inserido:
<?xml version='1.0' encoding='ISO-8859-1'?>
<book name="Content automation test" date="2008/06/08" language="eng" computeString="Content automation test">
  <section id="1" name="Introduction">
    <page>Introduction to input forms.</page>
  </section>
</book>

O formato de dados não corresponde ao schema de dados inserido no template de publicação ( cus:book no nosso exemplo); o elemento <section> deve ser substituído pelo elemento <chapter> . É necessário aplicar a folha de estilos "cus:book-workflow.xsl" para fazer as alterações necessárias.
Código de origem da folha de estilos XSLT usada:
<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>
<xsl:stylesheet version="1.0" xmlns:xsl="http://www.w3.org/1999/XSL/Transform">
 <xsl:output indent="yes" method="xml"  encoding="ISO-8859-1"/>

 <xsl:template match="text()|@*"/>

  <xsl:template match="*">
    <xsl:variable name="element.name" select="name(.)"/>
    <xsl:element name="{$element.name}">
      <xsl:copy-of select="text()|@*"/>
      <xsl:apply-templates/>
    </xsl:element>
  </xsl:template>

  <xsl:template match="book">
  <book name="test">
     <xsl:apply-templates/>
    <book>
 </xsl:template>

  <xsl:template match="section">
    <chapter>
      <xsl:for-each select="@*">
        <xsl:copy-of select="."/>
      </xsl:for-each>
       <xsl:apply-templates/>
    </chapter>
  </xsl:template>
  
</xsl:stylesheet>

A ação final da atividade é salvar a instância de conteúdo e prosseguir para a próxima tarefa.
O target é realizado por meio da atividade Query .
Uma atividade AND-join é adicionada para garantir que o delivery só iniciará quando a consulta do target e as atualizações de conteúdo forem concluídas.
A ação do delivery é configurada por meio da atividade Delivery :
Uma nova ação do delivery é criada com base em um template.
O template do delivery da atividade é usado para selecionar os modelos de transformação do template de publicação. A geração de conteúdo leva em consideração todos os templates HTML e Texto sem os templates do delivery ou aqueles referenciados com o mesmo que a atividade.
O target a ser enviado é digitado por meio do evento de entrada.
O conteúdo de delivery é preenchido por meio do evento de entrada.
A última etapa para concluir a atividade é preparar e depois iniciar o delivery.

Criar conteúdo e publicar mais tarde

Este exemplo cria um bloco de conteúdo e uma publicação de arquivo de lançamento após um atraso específico.
A primeira tarefa de Gestão de conteúdo cria uma instância de conteúdo.
A guia Publication da janela dos templates de transformação deve ser preenchida com o local do target a ser gerado.
Uma atividade de espera é adicionada para pausar a próxima transição por uma semana.
O conteúdo é inserido manualmente durante esse período de tempo.
A próxima tarefa inicia a geração de conteúdo.
O conteúdo a ser publicado é inserido por meio da transição de entrada.
A ação final é gerar esse conteúdo forçando o diretório de publicação.
A atividade Código JavaScript recupera o nome completo de cada arquivo gerado.

Criação do delivery e seu conteúdo

Esse exemplo usa o mesmo conceito do primeiro exemplo, mas cria a ação de delivery na primeira etapa.
A primeira tarefa Create delivery cria a ação de delivery.
A atividade fork permite o início do cálculo do target e a criação da instância de conteúdo ao mesmo tempo.
Depois que as tarefas são executadas, a caixa AND-join ativa a tarefa Delivery para iniciar o delivery criado anteriormente no conteúdo e definição de targeting.
A ação do delivery a ser iniciada é preenchida pela transição.
O target a ser enviado é digitado por meio do evento de entrada.
O conteúdo de delivery é preenchido por meio do evento de entrada.
A ação final da atividade é preparar e iniciar o delivery.

Importar conteúdo do FTP

Se o seu conteúdo do delivery estiver disponível em um arquivo HTML localizado em servidores FTP ou SFTP, é possível carregá-los facilmente nos deliveries do Adobe Campaign. Consulte esse exemplo .

Importação de conteúdo do conector do Amazon Simple Storage Service (S3)

Se o conteúdo do delivery estiver localizado nos buckets do Amazon Simple Storage Service (S3), é possível carregá-los facilmente nos deliveries do Adobe Campaign. Consulte esse exemplo .

Atualização semiautomática

Os dados de conteúdo podem ser atualizados no modo "semiautomático". Os dados são recuperados de um feed XML via URL.
A ativação da recuperação de dados é realizada manualmente por meio do formulário de entrada.
O objetivo é declarar um campo de tipo <input> editBtn no formulário. Esse controle inclui uma zona de edição e um botão para iniciar o processamento.
A zona de edição permite que você preencha dados variáveis usados para construir o URL do feed XML de dados a serem recuperados.
O botão executa o método SOAP GetAndTransform preenchido na tag <input> .
A declaração de controle no formulário é a seguinte:
<input type="editbtn" xpath="<path>">
  <enter>
    <soapCall name="GetAndTransform" service="ncm:content">
      <param exprIn="<url>" type="string"/>
      <param exprIn="'xtk:xslt|<style sheet>'" type="string"/>
      <param type="DOMElement" xpathOut="<output path>"/>
    </soapCall>
  </enter>
</input>

O método GetAndTransform deve ser declarado no elemento <enter> da tag <input> . Essa tag assume como parâmetros p URL de recuperação de dados XML de uma expressão construída dinamicamente. O segundo parâmetro da função é opcional e faz referência a uma folha de estilos usada para uma transformação intermediária quando os dados XML de entrada não estão no mesmo formato do conteúdo.
A saída atualiza o conteúdo com base no caminho inserido no último parâmetro.
Exemplo : Para ilustrar este exemplo, começamos do schema "cus:book".
Um formulário de entrada de controle de edição de atualização semiautomático é adicionado:
<input label="File name" type="editbtn" xpath="/tmp/@name">
  <enter>
    <soapCall name="GetAndTransform" service="ncm:content">
      <param exprIn="'https://server/incoming/' + [/tmp/@name] + '.xml'" type="string"/>
      <param exprIn="'xtk:xslt|cus:book-workflow.xsl'" type="string"/>
      <param type="DOMElement" xpathOut="."/>
    </soapCall>
  </enter>
</input>

A zona de edição permite a inserção do nome do arquivo a ser recuperado. A URL é construída com base neste nome, por exemplo: https://server/incomin/data.xml
O formato dos dados a serem recuperados é o mesmo do exemplo 1 da automação do workflow. Usaremos a folha de estilos "cus:book-workflow.xsl" vista neste exemplo.
O resultado da execução do trabalho atualiza a instância do conteúdo do caminho '.'.