Show Menu
TÓPICOS×

Transferir arquivo

Descrição

A atividade Transfer file permite receber ou enviar arquivos, testar se há arquivos ou listar arquivos no Adobe Campaign.

Contexto de uso

O modo de extração de dados é definido quando a atividade é configurada. O arquivo que será carregado pode ser uma lista de contatos, por exemplo.
Você pode usar essa atividade para recuperar dados que serão estruturados com a atividade Load file .
Tópicos relacionados:

Configuração

  1. Solte uma atividade Transfer file no seu fluxo de trabalho.
  2. Selecione e abra a atividade usando o botão das ações rápidas exibidas.
  3. Use a lista suspensa no campo Action para selecionar uma das seguintes ações da atividade:
    • File download : permite baixar um arquivo.
    • File upload : permite fazer upload de um arquivo. O upload de um arquivo do Adobe Campaign gera uma entrada de log no menu Export audits . Para obter mais informações sobre auditorias de exportação, consulte a seção Auditar exportações .
    • Test to see if file exists : permite verificar se há um arquivo.
    • File listing : permite listar os arquivos no servidor definido na guia Protocol . Essa ação é usada principalmente para fins de depuração, para verificar se a atividade está configurada de acordo com suas necessidades antes de baixar os arquivos do servidor remoto.
  4. Selecione o protocolo que deseja usar:
  5. A seção Additional options , disponível dependendo do protocolo selecionado, permite que adicionar parâmetros ao seu protocolo. Você pode:
    • Delete the source files after transfer
    • Disable passive mode
    • List all files : esta opção está disponível ao selecionar a ação File listing na guia General . Ela permite indexar todos os arquivos no servidor na variável de evento vars.filenames na qual os nomes de arquivo são separados pelos caracteres 'n' .
  6. A seção If no files are found da guia Advanced options permite configurar ações específicas se forem detectados erros ou arquivos inexistentes quando a atividade for iniciada.
    Você também pode definir tentativas. As diferentes tentativas são exibidas no log de execução do fluxo de trabalho.
  7. Confirme a configuração da sua atividade e salve o fluxo de trabalho.

Configuração com HTTP

O protocolo HTTP permite iniciar o download de um arquivo de uma conta externa ou de um URL.
Com esse protocolo, você pode optar por Use connection parameters defined in an external account . Nesse caso, selecione a conta desejada e especifique o caminho do arquivo para download.
Você também pode escolher a opção Quick configuration . Você só precisa inserir o URL no campo URL.

Configuração com SFTP

O protocolo SFTP permite iniciar o download de um arquivo de uma conta externa ou de um URL.
Com esse protocolo, você pode escolher a opção Use connection parameters defined in an external account , selecionar a conta desejada e especificar o caminho do arquivo a ser baixado.
São aceitos curingas.
Você também pode escolher a opção Quick configuration . Você só precisa inserir o URL no campo URL.

Configuração com o Amazon S3

O protocolo Amazon S3 permite iniciar o download de um arquivo de um URL ou de uma conta externa por meio do Amazon Simple Storage Service (S3).
  1. Selecione uma conta externa Amazon S3. Para obter mais informações, consulte esta página .
  2. Escolha se deseja Define a file path ou Use a dynamic file path .
  3. Especifique o caminho do arquivo a ser baixado.
  4. Se quiser excluir os arquivos de origem quando a transferência for concluída, marque Delete the source files after transfer .

Configuração com o armazenamento de blobs do Microsoft Azure

O protocolo Blob do Microsoft Azure permite acessar o blob localizado em uma conta de armazenamento de blobs do Microsoft Azure.
  1. Selecione uma conta externa Microsoft Azure Blob . Para obter mais informações, consulte esta página .
  2. Escolha se deseja Define a file path ou Use a dynamic file path .
  3. Especifique o caminho do arquivo a ser baixado. Ele pode corresponder a vários blobs. Nesse caso, a atividade File transfer ativará a transição de saída uma vez por blob encontrado. Depois eles serão processados em ordem alfabética.
    Não são aceitos curingas correspondentes a vários nomes de arquivo. Nesse caso, insira um prefixo. Todos os nomes de blob correspondentes a esse prefixo serão qualificados.
    Você encontrará abaixo uma lista de exemplos de caminhos de arquivo:
    • "campaign/" : corresponde a todos os blobs na pasta do Campaign localizada na raiz do container.
    • "campaign/new-" : corresponde a todos os blobs com nome de arquivo começando com “new-” e localizados na pasta do Campaign.
    • "" : a adição de um caminho vazio permite fazer a correspondência de todos os blobs disponíveis no container.

Configuração com os arquivos do servidor do Adobe Campaign

O protocolo File(s) present on the Adobe Campaign server corresponde ao repositório que contém os arquivos a serem recuperados. É possível usar metacaracteres ou curingas (por exemplo, * ou ?) para filtrar arquivos.
Escolha se deseja Define a file path ou Use a dynamic file path . A opção Use a dynamic file path permite usar uma expressão padrão e variáveis de eventos para personalizar o nome do arquivo a ser transferido. Para obter mais informações, consulte esta seção: Customizing a workflow with external parameters .
Observe que o caminho deve ser relativo ao diretório do espaço de armazenamento do servidor do Adobe Campaign. Os arquivos estão localizados no diretório sftp<yourinstancename>/ . Você também não pode pesquisar os diretórios acima do espaço de armazenamento. Por exemplo:
>**user&amp;lt;yourinstancename>/my_recipients.csv** está correto.
    >
    >**../hello/my_recipients.csv** está incorreto.
    >
    >**//myserver/hello/myrecipients.csv** está incorreto.

Configurações de histórico

Toda vez que uma atividade Transfer file é executada, ela armazena os arquivos carregados ou baixados em uma pasta dedicada. Uma pasta é criada para cada atividade Transfer file de um fluxo de trabalho. Portanto, é importante poder limitar o tamanho dessa pasta para preservar o espaço físico no servidor.
Para isso, você pode definir Historization settings nas Advanced options da atividade Transfer File .
Historization settings permite definir um número máximo de arquivos ou o tamanho total da pasta da atividade. Por padrão, 100 arquivos e 50 MB são autorizados.
Toda vez que a atividade é executada, a pasta é verificada da seguinte maneira:
  • Somente os arquivos criados mais de 24 horas antes da execução da atividade são considerados.
  • Se o número de arquivos considerados for maior que o valor do parâmetro Maximum number of files , os arquivos mais antigos serão excluídos até que o Maximum number of files permitido seja atingido.
  • Se o tamanho total dos arquivos considerados for maior que o valor do parâmetro Maximum size (in MB) , os arquivos mais antigos serão excluídos até que o Maximum size (in MB) permitido seja atingido.
Se a atividade não for executada novamente, a pasta correspondente não será verificada nem eliminada. Por isso, tenha cuidado ao transferir arquivos grandes.