Show Menu
TÓPICOS×

Edição de consultas

Sobre o Editor de consultas

O Editor de consultas é um assistente que permite filtrar os dados contidos no banco de dados do Adobe Campaign.
Use esse recurso para criar uma população e melhorar o direcionamento dos recipients usando as regras e os filtros predefinidos.
Várias funcionalidades de aplicativo o utilizam para:
  • Criar públicos do tipo Query
  • Definir os públicos alvo do email
  • Definir as populações nas atividades de fluxo de trabalho

interface do Editor de consultas

O Editor de consultas é composto de uma paleta e um espaço de trabalho .

Paleta

A paleta, localizada à esquerda do editor, tem duas guias com elementos divididos em blocos temáticos. Essas guias são:
  • Os atalhos , disponíveis por padrão ou criados pelo administrador da instância. Eles contém campos, nós, agrupamentos, links 1-1, links 1-N e outros filtros predefinidos.
  • O Explorer que permite acessar todos os campos disponíveis no recurso de público-alvo: nós, elementos de agrupamento, links (1-1 e 1-N).
Os elementos nas guias devem ser movidos para o espaço de trabalho para serem configurados e considerados para o query. Dependendo do targeting dimension selecionado (consulte Targeting dimensions e recursos ), você poderá:
  • Selecionar públicos ou perfis individualmente
  • Usar filtros predefinidos
  • Definir regras simples para os campos escolhidos
  • Definir regras avançadas para aplicar funções a campos específicos

Espaço de trabalho

O espaço de trabalho é a zona central onde você pode configurar e combinar regras, públicos e filtros predefinidos adicionados da paleta.
Quando um elemento é movido da paleta para o espaço de trabalho, uma nova janela é aberta e você pode começar a criação de consultas .

Criação de consultas

O Editor de consultas pode ser usado para definir um público ou um perfil de teste em uma mensagem, uma população em um fluxo de trabalho e para criar um público do tipo consulta.
As consultas podem ser definidas na janela Audience ao criar um delivery ou em uma atividade Consulta ao criar um fluxo de trabalho.
  1. Mova um elemento da paleta para o espaço de trabalho. A janela para editar a regra é aberta.
    • Para uma sequência ou um campo numérico, especifique o operador de comparação e o valor.
    • Para um campo de data ou de data e hora, você pode optar por definir uma data específica, um intervalo entre duas datas ou um período relativo à data de execução do query.
    • Para um campo booliano, marque as caixas vinculadas aos valores possíveis do campo.
    • Para um campo de agrupamento , selecione o campo de agrupamento no qual deseja criar a regra e defina a condição do mesmo modo que para os outros campos.
    • Para um link 1-1 com outro recurso de banco de dados, selecione um valor diretamente na tabela direcionada.
    • Para um link 1-N com outro recurso de banco de dados, você pode definir um subquery nos campos desse segundo recurso.
      Não é necessário especificar uma subcondição.
      Por exemplo, você só pode selecionar o operador Exists nos logs de rastreamento do perfil e aprovar a regra. A regra retornará todos os perfis para os quais existem logs de rastreamento.
    • Para um filtro predefinido , insira ou selecione os elementos desejados de acordo com os critérios oferecidos.
      Os administradores podem criar filtros para facilitar as consultas complexas e repetitivas. Eles aparecerão no Editor de consultas na forma de regras pré-configuradas e limitarão as etapas a serem executadas pelo usuário.
  2. Você pode especificar um nome para a regra. Ela será exibida como o nome de regra no espaço de trabalho. Se a regra não tiver nome, será exibida uma descrição automática das condições.
  3. Para combinar os elementos do espaço de trabalho, faça o interbloqueio entre eles para criar grupos e/ou níveis de grupo diferentes. Você pode selecionar um operador lógico para combinar elementos no mesmo nível:
    • AND : uma intersecção de dois critérios. Apenas os elementos correspondentes a cada critério são considerados.
    • OR : uma união de dois critérios. Os elementos correspondentes a pelo menos um dos critérios são considerados.
    • EXCEPT : critérios de exclusão. Os elementos correspondentes ao primeiro critério são considerados, a menos que também correspondam ao segundo critério.
  4. Agora você pode calcular e pré-visualizar o número de elementos direcionados pelo query usando os botões e da barra de ação.
Se quiser modificar um elemento do query, clique no ícone de edição. A regra é aberta conforme configurada anteriormente, e você pode realizar os ajustes necessários.
Agora as consultas são criadas e definidas, e você pode criar uma população para personalizar melhor seus deliveries.
Tópicos relacionados: