Show Menu
TÓPICOS×

Console de sites das comunidades

O console Sites das Comunidades fornece acesso a:
Consulte Introdução ao AEM Communities para saber com que rapidez um site da comunidade pode ser criado no ambiente do autor, bem como como criar grupos da comunidade a partir dos ambientes do autor e publicação.
Os principais menus Comunidades para a criação de sites da comunidade, modelos de site da comunidade, modelos de grupos da comunidade e funções da comunidade são para uso somente no ambiente do autor.

Pré-requisitos

Antes de criar um site da comunidade, é necessário :
  • Verifique se uma ou mais instâncias de publicação estão em execução.
  • Ative o serviço de túnel para gerenciar membros e grupos de membros.
  • Identifique o editor principal .
  • Configure a replicação quando a porta do editor principal não for o padrão (4503).
A prática recomendada, para garantir que o site esteja preparado para suportar muitos recursos, é executar as seguintes etapas:

Acesso ao console Sites de comunidades

No ambiente do autor, para acessar o console Sites das Comunidades:
  • Da navegação global: Comunidades > Sites
O console Sites das Comunidades exibe todos os sites existentes da comunidade. Desse console, os sites da comunidade podem ser criados, editados, gerenciados e excluídos.
Para criar um novo site da comunidade, selecione o ícone Criar .
Para acessar um site da comunidade existente, com o objetivo de criar, modificar, publicar, exportar ou adicionar um grupo aninhado, selecione o ícone de pasta do site.
Por exemplo, a imagem a seguir mostra o console Sites das Comunidades principais exibindo as pastas de dois sites da comunidade: ativar e envolver :

Criação de site

O console de criação de site fornece uma abordagem passo a passo para reunir os recursos do site com base em um modelo e configurações selecionados do site da comunidade.
Cada site criado inclui um recurso de logon, já que visitantes do site precisam fazer logon antes de postar conteúdo, enviar mensagens ou participar de um grupo. Outros recursos incluídos são perfis do usuário, mensagens, notificações, menu do site, pesquisa, temas e marca.
O processo é iniciado selecionando o Create botão localizado na parte superior do console Sites das Comunidades.
O processo de criação é uma série de etapas apresentadas como painéis contendo um conjunto de recursos a serem configurados (apresentados como subpainéis). É possível avançar para a Próxima etapa ou Voltar para a etapa anterior antes de confirmar o site na etapa final.

Etapa 1: Modelo de site

No painel Modelo do site, o Título, Descrição, Raiz do site, Idioma base, Nome e Modelo do site são especificados:
  • Título do site da comunidade
    Um título de exibição para o site.
    O título é exibido no site publicado, bem como na interface do usuário do administrador do site.
  • Descrição do site da comunidade
    Uma descrição do site.
    A descrição não aparece no site publicado.
  • Raiz do site da comunidade
    O caminho raiz para o site.
    A raiz padrão é /content/sites , mas a raiz pode ser movida para qualquer local dentro do site.
  • Idioma base do site da comunidade
    (Deixe intocado para um único idioma: Inglês) Use o menu suspenso para escolher um ou mais idiomas básicos dos idiomas disponíveis - alemão, italiano, francês, japonês, espanhol, português (Brasil), chinês (tradicional) e chinês (simplificado). Um site da comunidade será criado para cada idioma adicionado e existirá dentro da mesma pasta do site, seguindo as práticas recomendadas descritas em Translating Content for Multilingual Sites . A página raiz de cada site conterá uma página secundária nomeada pelo código de idioma de um dos idiomas selecionados, como "en" para inglês ou "fr" para francês.
  • Nome do site da comunidade :
    O nome da página raiz do site que aparece no URL.
    • Verifique o nome com o duplo, pois ele não é facilmente alterado após a criação do site.
    • O URL base ( https://server:port/site root/site name) será exibido abaixo do Community Site Name .
    • Para um URL válido, acrescente um código de idioma base + ".html"
      Por exemplo , https://localhost:4502/content/sites/mysight/en.html
  • Menu Modelo de site da comunidade
    Use o menu suspenso para escolher um modelo de site da comunidade disponível.
  • Selecione Próximo .

Etapa 2: Design

O painel Design contém dois subpainéis para selecionar o tema e o banner de marca:

COMMUNITY SITE THEME

A estrutura usa o Bootstrap do Twitter para trazer um design responsivo e flexível para o site. Um dos muitos temas de Bootstrap pré-carregados pode ser selecionado para criar o estilo do modelo de site da comunidade selecionado, ou um tema de Bootstrap pode ser carregado.
Quando selecionado, o tema será sobreposto com uma marca de seleção azul opaca.
Depois que o site da comunidade é publicado, é possível editar as propriedades e selecionar um tema diferente.

COMMUNITY SITE BRANDING

A marca do site da comunidade é uma imagem exibida como um cabeçalho na parte superior de cada página.
A imagem deve ser dimensionada para ser tão larga quanto a exibição esperada da página no navegador e 120 pixels de altura.
Ao criar ou selecionar uma imagem, lembre-se:
  • A altura da imagem será recortada para 120 pixels medidos a partir da borda superior da imagem.
  • A imagem é fixada na borda esquerda da janela do navegador.
  • Não há redimensionamento da imagem, de modo que quando a largura da imagem for...
    • Menor que a largura do navegador, a imagem será repetida horizontalmente.
    • Maior que a largura do navegador, a imagem parece estar cortada.
  • Selecione Próximo .

Etapa 3 : Configurações

O painel Configurações contém vários subpainéis que apresentam recursos a serem configurados antes de passar para a última etapa para criar o site.
Ativar serviço de túnel
Vários subpainéis de Configurações permitem a atribuição de um membro confiável para moderar o UGC, gerenciar grupos ou ser contatos para recursos de ativação no ambiente de publicação.
A convenção é que usuários e grupos de usuários do lado da publicação (membros e grupos de membros) não sejam duplicados no ambiente do autor.
Assim, ao criar o site da comunidade no ambiente do autor e atribuir membros confiáveis a várias funções, é necessário recuperar dados de membros do ambiente de publicação.
Isso é feito ao habilitar o [AEM Communities Publish Tunnel Service](/help/communities/deploy-communities.md#tunnel-service-on-author) para o ambiente do autor.

USER MANAGEMENT

Recomenda-se que os sites da comunidade de ativação sejam privados (entre em contato com seu representante de conta para obter mais informações).
Um site da comunidade é privado quando visitantes anônimos do site têm acesso negado, podem não se inscrever e podem não usar o login social.
  • Permitir registro do usuário
    Se marcada, os visitantes do site podem se tornar membros da comunidade por autoinscrição. Se desmarcada, o site da comunidade é restrito e os visitantes do site devem ser atribuídos ao grupo de membros do site da comunidade, fazer uma solicitação ou receber um convite por email. Se desmarcada, o acesso anônimo não deve ser permitido. Desmarque a existência de um site de comunidade particular . O padrão está marcado.
  • Permitir acesso anônimo
    Se marcada, o site da comunidade é *aberto *e qualquer visitante do site pode acessar o site. Se não estiver marcada, somente os membros conectados poderão acessar o site. Desmarque um *site privado *da comunidade. O padrão está marcado.
  • Ativar mensagens
    Se marcada, os membros podem enviar mensagens entre si e para o grupo no site da comunidade. Se desmarcada, as mensagens não são configuradas para a comunidade. O padrão está desmarcado.
  • Permitir logons sociais: Facebook
    Se marcada, permita que os visitantes do site façam logon com suas credenciais de conta do Facebook. A configuração selecionada da nuvem do Facebook deve ser configurada para adicionar usuários ao grupo de membros do site da comunidade depois que o site da comunidade for criado. Se desmarcada, nenhum logon do Facebook será apresentado. Deixe desmarcada para um site de comunidade privada . O padrão está desmarcado.
  • Permitir logons sociais: Twitter
    Se marcada, permita que visitantes do site façam logon com suas credenciais de conta do Twitter. A configuração selecionada da nuvem do Twitter deve ser configurada para adicionar usuários ao grupo de membros do site da comunidade depois que o site da comunidade for criado. Se desmarcada, nenhum logon do Twitter será apresentado. Deixe desmarcada para um site de comunidade privada . O padrão está desmarcado.
Permitir logons sociais
Embora a amostra de configurações do Facebook e do Twitter possa existir e ser selecionável, para um ambiente de produção, é necessário criar aplicativos personalizados do Facebook e do Twitter. Consulte Logon social com Facebook e Twitter .

TAGGING

As tags que podem ser aplicadas ao conteúdo da comunidade são controladas selecionando Namespaces de tags definidas anteriormente pelo Console de marcação.
Além disso, selecionar namespaces de tags para o site da comunidade limita a seleção apresentada ao definir catálogos e recursos. Consulte Marcação de recursos de ativação para obter informações importantes.
  • caixa de pesquisa de texto : Digitação de start para identificar tags que podem ser usadas no site.

ROLES

As funções dos membros da comunidade são atribuídas com essas configurações.
Encontrar membros da comunidade é fácil usar a busca antecipada por tipos.
  • Gerentes da comunidade
    Digitação de start para selecionar um ou mais membros da comunidade ou grupos de membros que podem gerenciar membros da comunidade e grupos de membros.
  • Moderadores da comunidade
    Digitação de start para selecionar um ou mais membros da comunidade ou grupos de membros que devem ser confiáveis como moderadores de conteúdo gerado pelo usuário.
  • Membros privilegiados da comunidade
    Digitação de start para selecionar um ou mais membros da comunidade ou grupos de membros que terão a capacidade de criar novo conteúdo quando Allow Privileged Member tiverem sido selecionados para uma função da comunidade.
  • Administradores da comunidade
    Digitação de start para selecionar um ou mais administradores de site que podem lidar com a estrutura do site independentemente de outros administradores de site e administradores padrão da comunidade. Eles podem criar grupos em qualquer nível da hierarquia e se tornar o administrador padrão dos grupos aninhados (mas podem ser removidos posteriormente da função de administrador dos grupos aninhados).

MODERATION

A configuração global para moderar o conteúdo gerado pelo usuário (UGC) é controlada por essas configurações. Os componentes individuais têm configurações adicionais para controlar a moderação.
  • O conteúdo é pré-moderado
    Se marcada, o conteúdo da comunidade publicado não será exibido até ser aprovado por um moderador. O padrão está desmarcado. Para obter mais informações, consulte Moderação do conteúdo da comunidade.
  • Sinalização de limite antes do conteúdo estar oculto
    Se for maior que 0, o número de vezes que um tópico ou publicação deve ser sinalizado antes de ser ocultado da visualização pública. Se definido como -1, o tópico sinalizado ou a postagem nunca será ocultado da visualização pública. O padrão é 5.

ANALYTICS

  • Ativar Analytics
    Disponível somente quando o Adobe Analytics foi configurado para recursos de Comunidades. O padrão está desmarcado. Quando marcado, um menu de seleção adicional é exibido:
  • Referências de estrutura da configuração da nuvem
    No menu suspenso, selecione a estrutura de serviço em nuvem do Analytics configurada para este site da comunidade. Communities é o exemplo de estrutura da documentação Configuração do Analytics para recursos das comunidades.

TRANSLATION

  • Permitir tradução automática
    Quando marcada (o padrão é desmarcado), a tradução automática é ativada para UGC dentro do site. Isso não afeta nenhum outro conteúdo, como o conteúdo da página, mesmo se o site estiver configurado como um site multilíngue. Consulte Traduzindo conteúdo gerado pelo usuário para obter informações sobre como configurar um serviço de tradução licenciado para AEM Communities. Consulte Traduzir conteúdo para sites multilíngues para obter uma visão geral completa.
  • Ativar a Tradução automática para os idiomas selecionados
    Os idiomas habilitados para tradução automática são definidos como padrão para a configuração do sistema especificada pela configuração de integração de tradução. Essas configurações padrão podem ser substituídas para este site, excluindo padrões e/ou selecionando outros idiomas no menu suspenso.
  • Escolher o provedor de tradução
    Por padrão, o provedor de serviço é um serviço de avaliação que usa apenas microsoft para demonstração. Se nenhum provedor de serviço de tradução estiver licenciado, Permitir tradução automática deve estar desmarcada.
  • Escolher armazenamento global compartilhado
    Para um site com várias cópias de idioma, uma loja compartilhada global fornece um único thread de conversação, visível a partir de cada cópia de idioma. Isso é feito selecionando um dos idiomas incluídos como uma cópia de idioma. O padrão é Nenhuma loja compartilhada global.
  • Escolher a configuração do provedor de tradução
    Escolha uma estrutura de integração de tradução criada para o provedor de tradução licenciado.
  • Selecione as opções de tradução para seu site da comunidade
    • Traduzir a página inteira
      Se selecionado, todo o UGC em uma página é traduzido para o idioma base da página.
      O padrão não está selecionado .
    • Traduzir somente a seleção
      Se selecionada, uma opção de tradução será exibida ao lado de cada postagem, permitindo que postagens individuais sejam traduzidas para o idioma base da página. O padrão está selecionado .
  • Selecionar as opções de persistência
    • Traduza as contribuições na solicitação do usuário e persiste depois Se selecionado, o conteúdo não será traduzido até que uma solicitação seja feita. Depois de traduzida, a tradução é armazenada no repositório.
      O padrão não está selecionado .
    • Não continuar com as traduções
      Se selecionado, as traduções não são armazenadas no repositório.
      Se não for selecionado, as traduções serão mantidas.
      O padrão não está selecionado .
  • Renderização inteligente
    Selecione um dos seguintes:
    • Always show contributions in the original language (default)
    • Always show contributions in user preferred language
    • Show contributions in user preferred language for only logged-in users

ENABLEMENT

As ENABLEMENT configurações são aplicáveis quando o modelo de site da comunidade selecionada inclui a função de atribuições, que está disponível quando os recursos de ativação são licenciados e configurados . O modelo do site de referência que inclui a função de atribuições é Reference Structured Learning Site Template.
  • Gerentes de ativação (obrigatório) Somente os membros do Community Enablementmanagers grupo estão disponíveis para serem selecionados para gerenciar essa comunidade de ativação. Os gerentes de ativação são responsáveis por atribuir membros aos recursos. Consulte também Gerenciamento de usuários e grupos de usuários.
  • ID da organização da Marketing Cloud
    (opcional) A ID de uma licença do Video Heartbeat Analytics .
  • Selecione Próximo .

Etapa 4: Criar site de comunidades

Se algum ajuste for necessário, use o botão Voltar para fazer isso.
Quando Criar é selecionado e iniciado, o processo de criação do site não pode ser interrompido.
Depois que o site é criado:
  • Não há suporte para a alteração do url (nome do nó).
  • Alterações futuras no modelo de site da comunidade não afetarão o site da comunidade criado.
  • A desativação do modelo de site da comunidade não afetará o site da comunidade criado.
  • É possível editar a ESTRUTURA de um site da comunidade modificando suas propriedades.
Quando o processo é concluído, a pasta do novo site é exibida no console Sites das Comunidades, a partir do qual os autores podem adicionar conteúdo de página ou os administradores podem modificar as propriedades do site.
Para modificar um site da comunidade, selecione sua pasta de projeto para abri-lo:
Ao passar o mouse sobre um site ou tocar em um cartão de site, são exibidos ícones que permitem editar o site no modo de autor, abrir as propriedades do site para modificação , publicar o site , exportar o site e excluir o site .

Criação de conteúdo do site

O conteúdo de um site pode ser criado com as mesmas ferramentas que qualquer outro site AEM. Para abrir o site para criação, selecione o Open Site ícone que aparece ao passar o mouse sobre ele. O site será aberto em uma nova guia, de modo que o console Sites das Comunidades permaneça acessível.
Se não estiver familiarizado com o AEM, visualização a documentação sobre manuseio Manuseio básico básico e um guia rápido para a criação de páginas .

Modificando Propriedades do Site

As propriedades de um site existente, especificadas durante o processo de criação do site, podem ser modificadas selecionando o Edit Site ícone que aparece ao passar o mouse sobre o site.
Details of the following properties match the descriptions provided in the Seção Criação de site.

Modificar básico

O painel BASIC permite a modificação de:
  • Título do site da comunidade
  • Descrição do site da comunidade
O Nome do Site da Comunidade não pode ser alterado.
A escolha de um modelo de site da comunidade diferente não afetaria um site da comunidade já que nenhuma conexão permanece entre modelos e sites.
Em vez disso, a ESTRUTURA do site da comunidade pode ser modificada.

Modificar estrutura

O painel ESTRUTURA permite a modificação da estrutura criada inicialmente a partir do modelo de site da comunidade selecionada. No painel, é possível:
  • Arraste e solte funções adicionais da comunidade na estrutura do site.
  • Em uma instância de uma função da comunidade na estrutura do site:
    • gear icon
      Edite as configurações, incluindo o título de exibição e o nome do URL*, bem como os grupos de membros privilegiados.
    • trashcan icon
      Remover (excluir) funções da estrutura do site.
    • grid icon
      Modifique a ordem das funções, conforme exibido na barra de navegação de nível superior do site.
Você pode alterar a ordem de todas as funções na Estrutura do site, exceto a função na parte superior. Portanto, o home page de sites de comunidades não pode ser alterado.
  • Embora o título de exibição possa ser alterado sem efeitos colaterais, não é recomendável editar o nome do URL de uma função da comunidade pertencente a um site da comunidade.
Por exemplo, renomear o URL não moverá o UGC existente, com o efeito de 'perder' o UGC.
A função groups não deve ser a primeira nem a única função na estrutura do site.
Qualquer outra função, como a função de página, deve ser incluída e listada primeiro.

Exemplo: Adicionando uma função de catálogo a uma estrutura de site da comunidade

Modificar design

O painel DESIGN permite que um novo tema seja aplicado:

Modificar configurações

O painel CONFIGURAÇÕES permite acessar a maioria das configurações nos subpainéis da Etapa 3 da criação do site da comunidade:

Modificar miniatura

O painel MINIATURA permite que uma imagem seja carregada para representar o site no console Sites das Comunidades.

Modificar habilitação

O painel ATIVAÇÃO permite acesso às configurações fornecidas durante a criação do site da comunidade.
Consulte a descrição ATIVAÇÃO .

Publicar o site

Depois que um site da comunidade é recém-criado ou modificado, é possível publicar (ativar) o site selecionando o Publish Site ícone que aparece ao passar o mouse sobre ele.
Haverá uma indicação depois que o site for publicado com êxito.

Publicação com grupos aninhados

Depois de publicar um site da comunidade, é necessário publicar individualmente cada subcomunidade (grupo aninhado) criada usando o console Console de grupos da comunidade Grupos.

Exportar o site

Selecione o ícone de exportação, ao passar o mouse sobre o site, para criar um pacote do site da comunidade armazenado no gerenciador de pacotes e baixado.
Observe que o UGC não está incluído no pacote do site.

Excluindo o Site

Para excluir o site da comunidade, selecione o ícone Excluir site que aparece ao passar o mouse sobre o site no console do site Comunidades. Esta ação remove todos os itens associados ao site, como UGC, grupos de usuários, ativos e registros de banco de dados.

Grupos de usuários da comunidade criados

Depois que o novo site da comunidade é publicado, os novos grupos de membros (os grupos de usuários são criados no ambiente de publicação) que têm as permissões apropriadas definidas para várias funções administrativas e de membros.
O nome criado para os grupos de membros inclui o nome do site fornecido na Etapa 1 (o nome que aparece no URL), bem como uma ID exclusiva para evitar conflitos com sites da comunidade e grupos que têm o mesmo nome do site para diferentes raízes do site da comunidade.
Por exemplo, se o nome fosse "engajamento" para um site chamado "Tutorial de introdução", o grupo de usuários para moderadores seria:
  • título: Moderadores de envolvimento da comunidade
  • name: comunidade- engajar-moderadores -de-uid
Observe que quaisquer membros com funções atribuídas como moderadores ou administradores de grupo durante a criação do site serão atribuídos ao grupo adequado, bem como atribuídos ao grupo de membros. Esses grupos e atribuições de membros são criados na publicação quando o novo site é publicado.
Para obter detalhes, consulte Gerenciamento de usuários e grupos de usuários.
Se Permitir login social: O Facebook é ativado, uma vez que o grupo de usuários
  • community-<site-name>-<uid>-members
for criado, o serviço de nuvem do Facebook aplicado deve ser configurado para adicionar usuários a esse grupo.

Erro ao configurar para autenticação

Por padrão, um site da comunidade será redirecionado para uma página de logon de amostra quando o usuário digitar as credenciais erradas e falhar no logon. Este exemplo de login não estará presente em um servidor Execução do AEM no modo de produção pronto de produção.
Para redirecionar corretamente, depois que um site tiver sido configurado e enviado para publicação, complete estas etapas para obter a falha de autenticação para redirecionar para o site da comunidade:
  • Em cada instância de publicação AEM.
  • Faça logon com privilégios de administrador.
  • Acesse o Console da Web .
  • Localize Adobe Granite Login Selector Authentication Handler .
  • Selecione o pencil ícone para abrir a configuração para edição.
  • Digite um Mapeamento de página de logon da seguinte maneira:
    /content/sites/<site-name>/path/to/login/page:/content/sites/<site-name>
    Por exemplo: /content/sites/engage/en/signin:/content/sites/engage/en
  • Selecione Salvar .

Testar redirecionamento de autenticação

Na mesma instância de publicação AEM configurada com um mapeamento de página de logon para o site da comunidade:
  • Navegue até o home page do site da comunidade.
  • Selecione Fazer logoff.
  • Selecione Fazer logon.
  • Digite credenciais obviamente incorretas, como nome de usuário "x" e senha "x".
  • A página de logon deve ser exibida com um erro de "logon inválido".

Acessar sites da comunidade a partir do console Sites principais

No console de navegação global Sites, os sites da comunidade estão localizados na Community Sites pasta.
Embora seja possível acessar um site da comunidade dessa maneira, para tarefas administrativas, o site da comunidade deve ser acessado do console Sites das Comunidades.