Show Menu
TÓPICOS×

Criação de modelos de fluxo de trabalho

Para usar a interface clássica, consulte a documentação do AEM 6.3 para obter referência.
Você cria um modelo de fluxo de trabalho para definir a série de etapas executadas quando um usuário inicia o fluxo de trabalho. Você também pode definir propriedades de modelo, como se o fluxo de trabalho é temporário ou usa vários recursos.
Quando um usuário inicia um fluxo de trabalho, uma instância é iniciada; este é o modelo de tempo de execução correspondente, criado ao sincronizar suas alterações.

Criando um novo fluxo de trabalho

Quando você cria um novo modelo de fluxo de trabalho, ele contém:
  • As etapas, Início do fluxo e Fim do ​fluxo. Elas representam o início e o fim do fluxo de trabalho. Essas etapas são obrigatórias e não podem ser editadas/removidas.
  • Um exemplo de etapa Participante chamado Etapa 1 . Esta etapa está configurada para atribuir um item de trabalho ao iniciador do fluxo de trabalho. Edite ou exclua esta etapa e adicione as etapas conforme necessário.
Para criar um novo fluxo de trabalho com o editor:
  1. Abra o console Modelos de fluxo de trabalho; por meio de Ferramentas , Fluxo de trabalho , Modelos ou, por exemplo: https://localhost:4502/aem/workflow
  2. Select Create , then Create Model .
  3. A caixa de diálogo Adicionar modelo de fluxo de trabalho é exibida. Insira o Título e o Nome (opcional) antes de selecionar Concluído .
  4. O novo modelo é listado no console Modelos de fluxo de trabalho.
  5. Selecione seu novo fluxo de trabalho e use Editar :
Se estiver criando modelos de forma programática (usando um pacote crx), você também poderá criar uma subpasta dentro de:
/var/workflow/models
Por exemplo, /var/workflow/models/prototypes
Essa pasta pode ser usada para gerenciar o acesso aos modelos dessa pasta .

Editar um fluxo de trabalho

Você pode editar qualquer modelo de fluxo de trabalho existente para:
A edição de um fluxo de trabalho padrão e/ou herdado Locais - Modelos de fluxo de trabalho segura seja realizada antes de suas alterações serem feitas.
Quando as atualizações do seu fluxo de trabalho forem concluídas, você deverá usar Sincronizar para Gerar um Modelo de Tempo de Execução. Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.

Sincronizar seu fluxo de trabalho - Gerar um modelo de tempo de execução

A sincronização (à direita na barra de ferramentas do editor) gera um modelo de tempo de execução. O modelo de tempo de execução é o modelo realmente usado quando um usuário inicia um fluxo de trabalho. Se você não sincronizar suas alterações, as alterações não estarão disponíveis em tempo de execução.
Quando você (ou qualquer outro usuário) faz alterações no fluxo de trabalho, é necessário usar Sincronizar para gerar um modelo de tempo de execução - mesmo quando as caixas de diálogo individuais (por exemplo, para etapas) têm suas próprias opções de gravação.
Quando as alterações são sincronizadas com o modelo de tempo de execução (salvo), a opção Sincronizado é exibida.
Algumas etapas têm campos obrigatórios e/ou validação integrada. Quando essas condições não estiverem satisfeitas, um erro será exibido quando você tentar sincronizar o modelo. Por exemplo, quando nenhum participante foi definido para uma etapa Participante :

Editando um fluxo de trabalho padrão ou herdado pela primeira vez

Ao abrir um modelo Tipos de fluxo de trabalho Padrão e/ou Herdado para edição:
  • O navegador de Etapas não está disponível (lado esquerdo).
  • Há uma ação Editar disponível na barra de ferramentas (lado direito).
  • Inicialmente, o modelo e suas propriedades são apresentados em modo somente leitura como:
    • Os fluxos de trabalho padrão estão localizados em /libs
    • Os fluxos de trabalho herdados estão localizados em /etc Selecionar Editar :
  • fazer uma cópia do fluxo de trabalho em /conf
  • disponibilizar o navegador de etapas
  • permitir que você faça alterações
Consulte Locais de modelos de fluxo de trabalho para obter mais informações.

Adicionando uma Etapa a um Modelo

Será necessário adicionar etapas ao modelo para representar a atividade a ser executada - cada etapa executa uma atividade específica. Uma seleção de componentes de etapa está disponível em uma instância padrão do AEM.
Quando você edita um modelo, as etapas disponíveis são exibidas nos vários grupos do navegador de Etapas. Por exemplo:
Para obter informações sobre os componentes de etapa primária instalados com o AEM, consulte Referência de etapas do fluxo de trabalho.
Para adicionar etapas ao modelo de fluxo de trabalho:
  1. Abra um modelo de fluxo de trabalho existente para edição. No console Modelo de fluxos de trabalho, selecione o modelo necessário e, em seguida, Editar .
  2. Abra o navegador Steps; usando Alternar painel lateral, na extremidade esquerda da barra de ferramentas superior. Aqui você pode:
    • Filtre por etapas específicas.
    • Use o seletor suspenso para limitar a seleção a um grupo específico de etapas.
    • Selecione o ícone Mostrar descrição para mostrar mais detalhes sobre a etapa apropriada.
  3. Arraste as etapas apropriadas para o local desejado no modelo.
    Por exemplo, uma Etapa do participante.
    Depois de adicionada ao fluxo, é possível configurar a etapa .
  4. Adicione quantas etapas ou outras atualizações forem necessárias.
    Em tempo de execução, as etapas são executadas na ordem em que aparecem no modelo. Depois de adicionar componentes de etapa, você pode arrastá-los para um local diferente no modelo.
    Você também pode copiar, recortar, colar, agrupar ou excluir etapas existentes; como com o editor de páginas.
    As etapas divididas também podem ser recolhidas/expandidas usando a opção da barra de ferramentas:
  5. Confirme as alterações com Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para gerar o modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.

Configuração de uma Etapa do Fluxo de Trabalho

Você pode Configurar e personalizar o comportamento de uma etapa do fluxo de trabalho usando as caixas de diálogo Propriedades da etapa.
  1. Para abrir a caixa de diálogo Propriedades da etapa para uma etapa, faça o seguinte:
    • Clique/toque na etapa* *no modelo de fluxo de trabalho e selecione Configurar na barra de ferramentas do componente.
    • Clique duas vezes na etapa.
    Para obter informações sobre os componentes de etapa primária instalados com o AEM, consulte Referência de etapas do fluxo de trabalho.
  2. Configure as propriedades da etapa conforme necessário; as propriedades disponíveis dependem do tipo de etapa, também pode haver várias guias disponíveis. Por exemplo, a Etapa padrão do participante, presente em um novo fluxo de trabalho como Step 1 :
  3. Confirme suas atualizações com a marca de verificação.
  4. Confirme as alterações com Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para gerar o modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.

Criando um fluxo de trabalho temporário

Você pode criar um modelo de fluxo de trabalho Transitório ao criar um novo modelo ou ao editar um existente:
  1. Abra o modelo de fluxo de trabalho para edição .
  2. Na barra de ferramentas, selecione Propriedades do modelo de fluxo de trabalho.
  3. Na caixa de diálogo, ative Fluxo de trabalho temporário (ou desative se necessário):
  4. Confirmar a alteração com o Save & Close ; seguido por Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para gerar o modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.
Quando você executa um fluxo de trabalho no modo transitório , o AEM não armazena nenhum histórico de fluxo de trabalho. Portanto, a Linha do tempo não exibe nenhuma informação relacionada a esse fluxo de trabalho. Linha do tempo

Disponibilizar modelos de fluxo de trabalho na interface do usuário para toque

Se um modelo de fluxo de trabalho estiver presente na interface clássica, mas estiver ausente no menu pop-up de seleção no painel Linha do tempo da interface de usuário de toque, siga a configuração para disponibilizá-lo. As etapas a seguir ilustram o uso do modelo de fluxo de trabalho chamado Solicitação de ativação .
  1. Confirme se o modelo não está disponível na interface habilitada para toque. Acessar um ativo usando /assets.html/content/dam caminho. Selecione um ativo. Abra Linha do tempo no painel esquerdo. Clique em Iniciar fluxo de trabalho e confirme se o modelo Solicitar ativação não está presente na lista suspensa.
  2. Navegue por Ferramentas > Geral > Marcação . Selecione Fluxo de trabalho .
  3. Selecione Criar > Criar tag . Defina Título como DAM e Nome como dam . Selecione Enviar .
  4. Navegue até Ferramentas > Fluxo de trabalho > Modelos . Selecione Solicitar ativação e selecione Editar .
  5. Selecione Editar , abra o menu Informações da página e selecione Abrir propriedades e vá para a guia Básico (se ainda não estiver aberta).
  6. Adicionar Workflow : DAM ao campo Tags . Confirme a seleção com a verificação (marca de verificação).
  7. Confirme a adição da tag com Salvar e fechar .
  8. Conclua o processo com a sincronização . O fluxo de trabalho agora está disponível na interface habilitada para toque.

Configuração de um fluxo de trabalho para suporte a vários recursos

Você pode configurar um modelo de fluxo de trabalho para o suporte a vários recursos ao criar um novo modelo ou ao editar um existente:
  1. Abra o modelo de fluxo de trabalho para edição .
  2. Na barra de ferramentas, selecione Propriedades do modelo de fluxo de trabalho.
  3. Na caixa de diálogo, ative o suporte ​a vários recursos (ou desative se necessário):
  4. Confirmar a alteração com o Save & Close ; seguido por Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para gerar o modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.

Configurando Estágios do Fluxo de Trabalho (que mostram o Progresso do Fluxo de Trabalho)

As Etapas do fluxo de trabalho ajudam a visualizar o progresso de um fluxo de trabalho ao manipular tarefas.
Se os estágios do fluxo de trabalho forem definidos em Propriedades da página, mas não forem usados para nenhuma das etapas do fluxo de trabalho, a barra de progresso não mostrará nenhum progresso (independentemente da etapa do fluxo de trabalho atual).
As fases a disponibilizar são definidas nos modelos de fluxo de trabalho; os modelos de fluxo de trabalho existentes podem ser atualizados para incluir definições de estágio. É possível definir qualquer número de estágios para o modelo de fluxo de trabalho.
Para definir Estágios para seu fluxo de trabalho:
  1. Abra o modelo de fluxo de trabalho para edição.
  2. Na barra de ferramentas, selecione Propriedades do modelo de fluxo de trabalho. Em seguida, abra a guia Estágios .
  3. Adicione (e posicione) seus Estágios necessários. É possível definir qualquer número de estágios para o modelo de fluxo de trabalho.
    Por exemplo:
  4. Clique em Salvar e fechar para salvar as propriedades.
  5. Atribua um estágio a cada uma das etapas no modelo de fluxo de trabalho. Por exemplo:
    Uma etapa pode ser atribuída a mais de uma etapa. Por exemplo:
    Etapa
    Estágio
    Etapa 1
    Criar
    Etapa 2
    Criar
    Etapa 3
    Análise
    Etapa 4
    Aprovar
    Etapa 5
    Aprovar
    Etapa 6
    Concluir
  6. Confirme as alterações com Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para gerar o modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.

Exportar um modelo de fluxo de trabalho em um pacote

Para exportar um modelo de fluxo de trabalho em um pacote:
  1. Crie um novo pacote usando o Gerenciador de pacotes :
    1. Navegue até o Gerenciador de pacotes por meio de Ferramentas , Implantação e Pacotes .
    2. Clique em Criar pacote .
    3. Especifique o Nome do pacote e quaisquer outros detalhes, conforme necessário.
    4. Clique em OK .
  2. Clique em Editar na barra de ferramentas do novo pacote.
  3. Open the Filters tab.
  4. Selecione Adicionar filtro e especifique o caminho do design do modelo de fluxo de trabalho:
    /conf/global/settings/workflow/models/<*your-model-name*>
    Clique em Concluído .
  5. Selecione Adicionar filtro e especifique o caminho do modelo de fluxo de trabalho do tempo de execução:
    /var/workflow/models/<*your-model-name*>
    Clique em Concluído .
  6. Adicione filtros adicionais para quaisquer scripts personalizados usados pelo seu modelo.
  7. Clique em Salvar para confirmar as definições do filtro.
  8. Selecione Criar na barra de ferramentas da definição do seu pacote.
  9. Selecione Download na barra de ferramentas do pacote.

Uso de fluxos de trabalho para processar envios de formulário

Você pode configurar um formulário a ser processado pelo fluxo de trabalho selecionado. Quando os usuários enviam o formulário, uma nova instância do fluxo de trabalho é criada com os dados do envio do formulário como carga.
Para configurar o fluxo de trabalho a ser usado com o formulário:
  1. Crie uma nova página e abra-a para edição.
  2. Adicione um componente de formulário à página.
  3. Configure o componente Form Start que apareceu na página.
  4. Use Iniciar fluxo de trabalho para selecionar o fluxo de trabalho desejado dentre os disponíveis:
  5. Confirme a nova configuração do formulário com a marca de verificação.

Teste de fluxos de trabalho

É uma boa prática testar um fluxo de trabalho para usar diversos tipos de carga útil. incluindo tipos diferentes daqueles para os quais foi desenvolvido. Por exemplo, se você pretende que seu fluxo de trabalho lida com os Ativos, teste-o configurando uma Página como carga e certifique-se de que ela não apresenta erros.
Por exemplo, teste seu novo fluxo de trabalho da seguinte maneira:
  1. Inicie seu modelo de fluxo de trabalho no console.
  2. Defina a Carga e confirme.
  3. Execute as ações necessárias para que o fluxo de trabalho continue.
  4. Monitore os arquivos de registro enquanto o fluxo de trabalho estiver em execução.
Você também pode configurar o AEM para exibir mensagens DEBUG nos arquivos de registro. Consulte Registro para obter mais informações e quando o desenvolvimento estiver concluído, defina o Nível do registro novamente como Informações .

Exemplos

Exemplo: Criando um fluxo de trabalho (simples) para aceitar ou rejeitar uma solicitação de publicação

Para ilustrar algumas das possibilidades de criação de um fluxo de trabalho, o exemplo a seguir cria uma variação do Publish Example fluxo de trabalho.
  1. Crie um novo modelo de fluxo de trabalho.
    O novo fluxo de trabalho conterá:
    • Início do fluxo
    • Step 1
    • Final do fluxo
  2. Excluir Step 1 (pois é o tipo de etapa errado para este exemplo):
    • Clique na etapa e selecione Excluir na barra de ferramentas do componente. Confirme a ação.
  3. Na seleção Fluxo de trabalho do navegador de etapas, arraste uma Etapa do participante para o fluxo de trabalho e posicione-a entre Início do fluxo e Fim do fluxo.
  4. Para abrir a caixa de diálogo de propriedades:
    • Clique na etapa participante e selecione Configurar na barra de ferramentas do componente.
    • Clique duas vezes na etapa participante.
  5. Na guia Comum , digite Validate Content para o Título e a Descrição .
  6. Abra a guia Usuário/Grupo :
    • Activate Notify user via email .
    • Selecione Administrator ( admin ) para o campo Usuário/Grupo .
  7. Confirme as atualizações com a marca de verificação.
    Você voltará à visão geral do modelo de fluxo de trabalho, onde a etapa do participante será renomeada para Validate Content .
  8. Arraste uma ou divide no fluxo de trabalho e posicione-o entre Validate Content e o Final ​do fluxo.
  9. Abra a opção Ou divida para obter a configuração.
  10. Configurar:
    • Frequentes : especifique o nome da divisão.
    • Ramificação 1 : selecione Rota padrão .
    • Ramificação 2 : verifique se a Rota ​padrão não está selecionada.
  11. Confirme suas atualizações na OU Dividir .
  12. Arraste uma Etapa do participante para a ramificação à esquerda, abra as propriedades, especifique os seguintes valores e confirme as alterações:
    • Título : Reject Publish Request
    • Usuário/Grupo :por exemplo, projects-administrators
    • Notificar o usuário por email : Ative para que o usuário seja notificado por email.
  13. Arraste uma Etapa do processo para a ramificação direita, abra as propriedades, especifique os seguintes valores e confirme as alterações:
    • Título : Publish Page as Requested
    • Processo : selecione Activate Page . Esse processo publica a página selecionada nas instâncias do editor.
  14. Clique em Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para gerar o modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.
    Seu novo modelo de fluxo de trabalho terá a seguinte aparência:
  15. Aplique esse fluxo de trabalho à sua página para que, quando o usuário passar para Concluir a etapa Validar conteúdo , ele possa selecionar se deseja Publicar página como solicitado ou Rejeitar solicitação de publicação.

Exemplo: Definição de uma regra para uma divisão OR usando script ECMA

OU As etapas divididas permitem que você introduza caminhos de processamento condicional no seu fluxo de trabalho.
Para definir uma regra OU, proceda da seguinte forma:
  1. Crie dois scripts e salve-os no repositório, por exemplo, em:
    /apps/myapp/workflow/scripts
    Os scripts devem ter uma função que retorne um booleano.
  2. Edite o fluxo de trabalho e adicione OU Dividir ao modelo.
  3. Edite as propriedades da Ramificação 1 da OU Dividir :
    • Defina isso como a Rota ​padrão definindo o Valor como true .
    • Como Regra , defina o caminho para o script. Por exemplo:
      /apps/myapp/workflow/scripts/myscript1.ecma
    Você pode trocar a ordem de ramificação, se necessário.
  4. Edite as propriedades da Ramificação 2 da Divisão OU .
    • Como Regra , defina o caminho para o outro script. Por exemplo:
      /apps/myapp/workflow/scripts/myscript2.ecma
  5. Defina as propriedades das etapas individuais em cada ramificação. Verifique se Usuário/Grupo está definido.
  6. Clique em Sincronizar (barra de ferramentas do editor) para persistir suas alterações no modelo de tempo de execução.
    Consulte Sincronizar seu fluxo de trabalho para obter detalhes.

Function Check()

O script de amostra a seguir retornará true se o nó estiver JCR_PATH localizado em /content/we-retail/us/en :
function check() {
    if (workflowData.getPayloadType() == "JCR_PATH") {
      var path = workflowData.getPayload().toString();
      var node = jcrSession.getItem(path);

      if (node.getPath().indexOf("/content/we-retail/us/en") >= 0) {
       return true;
      } else {
       return false;
      }
     } else {
      return false;
     }
}

Exemplo: Solicitação personalizada para ativação

Você pode personalizar qualquer fluxo de trabalho predefinido. Para ter um comportamento personalizado, sobreponha os detalhes do fluxo de trabalho apropriado.
Por exemplo, Solicitar ativação . Esse fluxo de trabalho é usado para publicar páginas nos Sites e é acionado automaticamente quando um autor de conteúdo não tem os direitos de replicação apropriados. Consulte Personalização da criação de página - Personalização do fluxo de trabalho de solicitação de ativação para obter mais detalhes.