Show Menu
TÓPICOS×

Solucionar problemas de mensagens por push

Estas informações podem ajudar a solucionar problemas com as mensagens de push.

Por que podem ocorrer atrasos no envio das mensagens de push?

Os seguintes tipos de atrasos podem estar associados a mensagens de push para os Mobile Services:
  • Aguardar as ocorrências do Analytics
    Todo conjunto de relatórios possui uma configuração que determina quando processar as ocorrências que chegam do Analytics. O padrão é a cada 1 hora.
    O processamento atual de ocorrências do Analytics pode levar até 30 minutos, embora normalmente demore de 15 a 20 minutos. Por exemplo, um conjunto de relatórios processa ocorrências a cada hora. Quando você considera o tempo de processamento necessário de 30 minutos (no máximo), talvez demore até 90 minutos para que uma ocorrência recebida esteja disponível para uma mensagem de push. Se um usuário inicializasse o aplicativo às 9h01, a ocorrência apareceria na interface do usuário do Mobile Services como um novo usuário exclusivo entre 10h15 e 10h30.
  • Aguardar o serviço de push
    O serviço de push (APNS ou GCM) talvez não envie a mensagem imediatamente. Embora seja incomum, houve ocorrências de tempos de espera de 5 a 10 minutos. É possível verificar se a mensagem de push foi enviada ao serviço de push na exibição Relatório da mensagem de push, localizando a mensagem na tabela Histórico de mensagens e verificando a contagem de Publicado .
    Essa contagem é o número de envios bem-sucedidos para os serviços de push. Os serviços de push não garantem que uma mensagem será enviada.
    Para obter mais informações sobre a confiabilidade do serviço, consulte:

Por que minha chave de API GCM do Android é inválida?

  • Chave de API inválida
    A chave de API pode ser inválida pelos seguintes motivos:
    • A chave de API que você forneceu não é uma chave de servidor com o valor de chave de API GCM correto.
    • A chave do servidor incluiu os IPs em uma lista de permissões e está impedindo os servidores da Adobe de enviarem uma mensagem de push.
  • Determinar a validade da chave de API
    Para determinar a validade da chave de API, execute o seguinte comando:
    Android
    # api_key=YOUR_API_KEY
    #curl--header"Authorization:key=$api_key"\
        --headerContent-Type:"application/json"\ 
        https://gcm-http.googleapis.com/gcm/send\
        -d"{\"registration_ids\":[\"ABC\"]}"
    
    
    Um código do status 401 HTTP retornado significa que a chave de API é inválida. Caso contrário, você verá algo semelhante a isto:
    {"multicast_id":6782339717028231855,"success":0,"failure":1,
    canonical_ids":0,"results":[{"error":"InvalidRegistration"}]}
    
    
    Também é possível verificar a validade de um token de registro, substituindo "ABC" pelo token.

Por que meu certificado APNS não está funcionando?

O certificado APNS pode ser inválido pelos seguintes motivos:
  • Você pode usar um certificado de sandbox em vez do certificado de produção.
  • Você está usando um novo certificado de produção/sandbox que não é suportado.
  • Você está usando um arquivo .p8 em vez de .p12 .

Resolução de falhas na mensagem de push

Um exemplo
O exemplo a seguir ilustra como você pode resolver uma falha de push ao usar um VRS.
O seguinte cliente tem dois aplicativos iOS:
  • Nome do aplicativo: PhotoShop_app_iOS
    • RSID principal: AllAdobe PhotoShop_apps
    • VRSID: PhotoShop_iOS_app_SF
    • Segmento de definição de VRSID: a.appid contains “PhotoShop_iOS_app_SF”
  • Nome do aplicativo: PhotoShop_app_iOS
    • RSID principal: AllAdobe PhotoShop_apps
    • RSID: PhotoShop_iOS_app_LA
    • Segmento de definição de VRSID: a.os contains “iOS”
Neste exemplo, se um colaborador do Photoshop enviar uma mensagem por push para o aplicativo PhotoShop_iOS_app_SF , todos os usuários do aplicativo PhotoShop_iOS_app_SF receberão a mensagem como esperado. Porém, se o colaborador enviar uma mensagem para o aplicativo PhotoShop_app_LA , porque o segmento de definição do VRSID está incorreto ( iOS em vez de a.os contains "PhotoShop_iOS_app_LA" ), a mensagem será enviada para todos os usuários do iOS em AllAdobe PhotoShop_apps . A mensagem não deixará de ser enviada para os usuários do PhotoShop_iOS_app_LA , mas também incluirá na blacklist as IDs de push dos usuários do PhotoShop_iOS_app_SF , porque o aplicativo PhotoShop_iOS_app_SF tem um certificado diferente. Se o segmento tivesse sido definido como a.os contains “PhotoShop_iOS_app_LA” , a mensagem por push teria sido enviada apenas para os usuários do PhotoShop_iOS_app_LA .
Se aprovados com o certificado de push do PhotoShop_IOS_app_LA , os identificadores de push para o PhotoShop_iOS_app_SF voltam como invalid .
Uma vez criada uma mensagem por push para um aplicativo que esteja usando um VRS e após clicar em Salvar e enviar , será exibido um alerta para lembrar que cada aplicativo listado deve ter um certificado válido. Caso cada aplicativo não tenha um certificado válido, os segmentos de público-alvo talvez sejam adicionados à lista negra indefinidamente e você não pode mais enviar futuras mensagens de push para os usuários afetados. Para obter mais informações sobre segmentos de público, consulte Público: definir e configurar as opções de público para mensagens por push .