Show Menu
TÓPICOS×

Implementação da mbox.js

Para usar o Target Standard ou Target Premium, adicione uma linha de código para chamar a mbox.js.
Você pode usar qualquer uma das duas referências da biblioteca: mbox.js ou at.js. Vantagens da at.js explica as diferenças entre as duas bibliotecas.
desaprovação da mbox.js: Em 30 de agosto de 2020, o Público alvo da Adobe não oferecerá mais suporte à biblioteca mbox.js. Após 30 de agosto de 2020, todas as chamadas feitas do mbox.js falharão e afetarão suas páginas com atividades do Público alvo em execução. Recomendamos que todos os clientes migrem para a versão mais recente da biblioteca do at.js antes dessa data para evitar possíveis problemas com seus sites. For more information, see How At.js Works .
Embora a mbox.js seja atualmente compatível, não fornecemos atualizações de recursos para esta biblioteca desde julho de 2017. O mais recente at.js oferece muitas vantagens sobre o mbox.js. Entre outros benefícios, o at.js melhora o tempo de carregamento da página para implementações da Web, melhora a segurança e oferece melhores opções de implementação para aplicativos de página única.
Ao mudar todos os clientes para o at.js, nossos engenheiros e funcionários de suporte poderão fornecer novas funcionalidades e oferta do suporte que você espera da Adobe.
A única referência para a mbox.js em cada página fornece as bibliotecas necessárias para todas suas atividades. A mbox.js chama o Target de cada página que referencia o arquivo mbox.js. Isso permite que o Target faça o seguinte:
  • Entregar atividades do Target
  • Rastreie cliques
  • Rastreie a maioria das métricas de sucesso
Para simplificar a implementação, você pode referenciar a mbox.js no seu cabeçalho global.
Você não precisa manter versões específicas de atividades diferentes do arquivo.
  1. Referencie a mbox.js na seção <head> de cada página do seu site.
    <script src="/ * directory */ * scripts */mbox.js"></script>
    Onde * directory */ * scripts * é o diretório onde você salvou o mbox.js arquivo depois de baixá-lo. Se você já tiver mboxes na sua página de uma implementação existente, essas mboxes ainda poderão ser usadas na nova interface. O arquivo mbox.js atualizado ainda é necessário, mas essas mboxes podem ser selecionadas para atividades e editadas usando o Visual Experience Composer.