Show Menu
TÓPICOS×

Implementação do Analytics for Target

Várias etapas são necessárias para a implementação do Adobe Analytics como a fonte de geração de relatórios para o Target (A4T).

Etapas da implementação

A tabela a seguir descreve as etapas necessárias para implantar essa integração no seu site.

Etapa 1: Solicitar provisionamento para o Analytics e Target

Após implementar o Analytics como fonte de relatórios para o Target, você deve ser provisionado para Analytics e Target. Use este formulário para solicitar o aprovisionamento .

Etapa 2: Configurar permissões do usuário

As exigências da conta do usuário devem ser atendidas antes da criação de uma atividade no Adobe Target baseada no Adobe Analytics. Consulte Exigências de permissão do usuário .

Etapa 3: Implementar o serviço de ID de visitante da Experience Cloud

O serviço de ID do visitante permite identificar os usuários através das soluções da Experience Cloud. Você deve implementar ou migrar para a versão exigida da ID de visitante da Experience Cloud. Para obter mais informações, consulte "Requisitos de implementação" em antes de implementar .
Consulte Implementar o Serviço da Experience Cloud ID para Target na documentação Serviço da ID de visitante da Experience Cloud.

Etapa 4: Atualizar o AppMeasurement para JavaScript ou s_code

Você deve implementar ou migrar para a versão exigida da appMeasurement.js. Para obter mais informações, consulte "Requisitos de implementação" em antes de implementar .
Para novas implementações, consulte Visão geral da implementação do JavaScript no Guia de implementação do Analytics.
Para obter uma migração, consulte Migração para o AppMeasurement para JavaScript no Guia de implementação do Analytics.

Etapa 5: Baixe e atualize o at.js ou mbox.js

Você deve implementar ou migrar para a versão exigida da at.js ou da mbox.js usando sua conta de produção. Não são necessárias modificações no código.
Para obter mais informações, consulte "Requisitos de implementação" em antes de implementar .

Etapa 6: Hospedagem de at.js ou mbox.js

Se você implantou anteriormente o at.js ou o mbox.js, você pode substituir seu arquivo existente pela versão atualizada. Para obter mais informações, consulte "Requisitos de implementação" em antes de implementar .
Caso contrário, este arquivo pode ser hospedado com o serviço de ID de visitante e os arquivos do AppMeasurement para JavaScript. Esses arquivos devem ser hospedados em um servidor da Web que seja acessível a todas as páginas no seu site. Você precisa do caminho até esses arquivos na próxima etapa.

Etapa 7: Referência a at.js ou mbox.js em todas as páginas do site

Inclua at.js ou mbox.js abaixo de VisitorAPI.js adicionando a seguinte linha de código na tag de cada página:
Para at.js:
<script language="JavaScript" type="text/javascript"
src="http://INSERT-DOMAIN-AND-PATH-TO-CODE-HERE/at.js"></script>

Para mbox.js:
<script language="JavaScript" type="text/javascript"
src="http://INSERT-DOMAIN-AND-PATH-TO-CODE-HERE/mbox.js"></script>

É essencial que o VisitorAPI.js seja carregado antes da at.js ou da mbox.js. Se estiver atualizando um arquivo at.js ou mbox.js existente, verifique a ordem do carregamento.
As configurações padrão são definidas para a integração do Target e do Analytics, do ponto de vista da implementação, usando a SDID transmitida da página para unir a solicitação do Target e do Analytics ao back-end automaticamente para você.
No entanto, se você quiser ter mais controle sobre como e quando enviar dados de análise relacionados ao Target para o Analytics para fins de relatório, e não quiser aderir às configurações padrão que unem os dados de análise do Target e do Analytics automaticamente por meio da SDID, poderá definir analyticsLogging = client_side via window.targetGlobalSettings . Observação: qualquer versão inferior a 2.1 não dá suporte a essa abordagem.
Por exemplo:
window.targetGlobalSettings = {
  analyticsLogging: "client_side"
};

Essa configuração tem um efeito global, o que significa que analyticsLogging: "client_side" será enviado para todas as chamadas feitas pela at.js nas solicitações do Target e uma carga de análise será retornada para cada solicitação. Quando configurado, o formato da carga retornada é semelhante ao seguinte:
"analytics": {
   "payload": {
      "pe": "tnt",
      "tnta": "167169:0:0|0|100,167169:0:0|2|100,167169:0:0|1|100"
   }
}

A carga pode ser encaminhada ao Analytics por meio da API de inserção de dados.
Se uma configuração global não for desejada e uma abordagem mais sob demanda for preferível, você poderá usar a função getOffers() para fazer isso, passando em analyticsLogging: "client_side" . A carga de análise será retornada somente para esta chamada e o back-end do Target não encaminhará a carga para o Analytics. Ao seguir essa abordagem, as solicitações da at.js do Target não retornarão a carga por padrão, somente quando isso for desejado e especificado.
Por exemplo:
adobe.target.getOffers({
      request: {
        experienceCloud: {
          analytics: {
            logging: "client_side"
          }
        },
        prefetch: {
          mboxes: [{
            index: 0,
            name: "a1-serverside-xt"
          }]
        }
      }
    })
    .then(console.log)

Essa chamada chama uma resposta da qual você pode extrair a carga de análise.
A resposta é semelhante à seguinte:
{
  "prefetch": {
    "mboxes": [{
      "index": 0,
      "name": "a1-serverside-xt",
      "options": [{
        "content": "<img src=\"http://s7d2.scene7.com/is/image/TargetAdobeTargetMobile/L4242-xt-usa?tm=1490025518668&fit=constrain&hei=491&wid=980&fmt=png-alpha\"/>",
        "type": "html",
        "eventToken": "n/K05qdH0MxsiyH4gX05/2qipfsIHvVzTQxHolz2IpSCnQ9Y9OaLL2gsdrWQTvE54PwSz67rmXWmSnkXpSSS2Q==",
        "responseTokens": {
          "profile.memberlevel": "0",
          "geo.city": "bucharest",
          "activity.id": "167169",
          "experience.name": "USA Experience",
          "geo.country": "romania"
        }
      }],
      "analytics": {
        "payload": {
          "pe": "tnt",
          "tnta": "167169:0:0|0|100,167169:0:0|2|100,167169:0:0|1|100"
        }
      }
    }]
  }
}

A carga pode ser encaminhada ao Analytics por meio da API de inserção de dados.

Etapa 8: Validar a implementação

Carregue suas páginas depois de atualizar as bibliotecas JavaScript para confirmar que os valores dos parâmetros mboxMCSDID nas chamadas do Target são compatíveis com o valor do parâmetro sdid na chamada de exibição de página do Analytics.
Isso é especialmente importante para confirmar em Aplicativos de página única (SPAs), onde a ordem das chamadas nem sempre é previsível.
Observação: a compatibilidade desses valores é necessária para que o A4T funcione corretamente.

Etapa 9: (Opcional) Remover o código de integração anterior

Recomendamos remover a integração anterior para simplificar sua implementação e eliminar a necessidade de classificar as discrepâncias entre os sistemas. Você pode remover qualquer código implantado por um SC anterior à integração T&T, incluindo mboxLoadSCPlugin .

Etapa 10: Ativar as opções de uso do Analytics como a fonte de relatórios do Target

No Target, clique em Configurar &gt; Preferências escolha Selecionar por atividade ou Adobe Analytics para habilitar as opções.
  • Selecionar por atividade permite escolher entre o Target e o Analytics para criar cada atividade.
  • O Adobe Analytics configura o Analytics como fonte de relatórios para todas as atividades que você criar.