Show Menu
TÓPICOS×

Antes da implementação

Várias alterações ocorrem no processo de coleta de dados quando o Analytics é habilitado como a fonte de geração de relatórios para o Target (A4T).
Antes de decidir usar essa integração, revise as seguintes seções e considere o impacto aos seus processos de relatórios:

Requisitos de implementação

Antes de começar a usar A4T, você precisa solicitar que sua conta seja provisionada para a integração. Use este formulário para solicitar o aprovisionamento.
Esta integração do A4T requer que você implemente as seguintes versões de biblioteca (ou mais recentes), dependendo se deseja ou não usar ofertas de redirecionamento com o A4T:

Requisitos necessários se não estiver usando ofertas de redirecionamento com o A4T

Essa integração requer que você implemente as seguintes versões de biblioteca (ou mais recentes) se não planeja usar ofertas de redirecionamento com o A4T. A ordem listada é de operações.
  • Experience Cloud Visitor ID Service: visitorAPI.js versão 1.8.0
  • Adobe Target (dependendo de sua implementação): at.js versão 0.9.1 ou mbox.js versão 61
  • Adobe Analytics: appMeasurement.js versão 1.7.0

Requisitos necessários se estiver usando ofertas de redirecionamento com o A4T

Para usar ofertas de redirecionamento com A4T, você deve implementar as seguintes versões de biblioteca (ou mais recentes). A ordem listada é de operações.
  • Experience Cloud Visitor ID Service: visitorAPI.js versão 2.3.0
  • Adobe Target: at.js versão 1.6.2
    Observação: a biblioteca mbox.js não é compatível com as ofertas de redirecionamento com o A4T. Sua implementação deve usar at.js.
  • Adobe Analytics: appMeasurement.js versão 2.1
Download and deployment instructions are listed in Analytics for Target Implementation .

O que você deve saber antes da implementação

  • Esta integração é habilitada em novas atividades ao optar pelo uso do Analytics como fonte de relatórios. As alterações de implementação descritas neste documento não afetam suas atividades existentes.
  • O processo de configuração do Analytics como fonte de relatórios para o Target inclui várias etapas da implementação, seguido por uma etapa de provisionamento. É recomendável ler durante o processo, conforme descrito abaixo, antes de fazer a implementação. Após concluir essas etapas, você estará pronto para usar o Analytics como sua fonte de relatórios, assim que ele estiver habilitado para você. O processo de provisionamento pode levar até cinco dias úteis.
  • O serviço de ID de visitante cria uma ID de visitante compartilhada na Experience Cloud. Quando não substitui a ID do mboxPC do Target ou a UUID do Audience Manager, ela substitui a maneira como o Analytics identifica novos visitantes. Caso a configuração seja feita corretamente, os visitantes recorrentes do Analytics também deverão ser identificados pela ID antiga do Analytics para evitar o "cliffing" de visitantes. Do mesmo modo que a mboxPCid do Target permanece intacta, os dados de perfil de visitante do Target não são perdidos quando você faz a atualização para o serviço de ID de visitante.
  • O serviço de ID do visitante deve executar antes do código de página do Analytics e Target. O VisitorAPI.js deve ser exibido acima das tags para todos os outros produtos da Experience Cloud.

Latência

Após habilitar esta integração, você vai experimentar uma latência adicional de 5 a 10 minutos no Adobe Analytics. O aumento dessa latência permite que os dados do Analytics e Target sejam armazenados no mesmo hit, permitindo dividir os testes por página e seção do site.
Este aumento é refletido em todos os serviços e ferramentas do Adobe Analytics, incluindo a transmissão ao vivo e os relatórios em tempo real e aplicam-se nas seguintes situações:
  • Para a transmissão ao vivo, relatórios em tempo real, solicitações de API e dados atualizados para as variáveis de tráfego, somente hits com uma ID de dados adicional são atrasadas.
  • Para os dados atuais sobre as métricas de conversão, dados finalizados e feeds de dados, todos os hits são atrasados de 5 a 7 minutos.
Saiba que o aumento da latência começa depois de implementar o serviço de ID de visitante da Experience Cloud, mesmo que essa integração não tenha sido integralmente implementada.

ID suplementar

Todas as chamadas do Target usadas por uma atividade A4T para entregar conteúdo ou registrar a métrica de meta devem ter um hit do Analytics correspondente que compartilhe a mesma ID suplementar do A4T para funcionar corretamente.
Os hits que contêm dados do Analytics e do Target possuem uma ID de dados adicional. You can see this ID in the Adobe Experience Cloud Debugger as the sdid parameter. Por exemplo: sdid=2F3C18E511F618CC-45F83E994AEE93A0 . Esta ID é gerada a qualquer momento em que os seguintes critérios estiverem em vigor:
  • O serviço de ID de visitante for implementado
  • A versão de mbox.js que suporta essa integração for implementada.
Ao solucionar problemas, confirme que a ID adicional está presente nos hits do Analytics.

Registro de análises do cliente

Por padrão, quando a at.js, Experience Cloud Visitor ID Service e appMeasurement.js estão na página, Adobe Analytics e Target une os eventos corretamente para fins de relatório e análise no back-end, desde que a ID adicional correta esteja incluída na página, como mencionado acima. Não é necessário gerenciar e executar operações adicionais para a A4T funcionar corretamente.
No entanto, há casos em que você precisa ter mais controle sobre quando e como enviar dados de análise relacionados ao Target para o Analytics para fins de relatório. Você pode ter uma ferramenta de análise interna usada para fins internos, mas também pode enviar os dados de análise ao Analytics por meio de um produto de análise interno, de forma que os outros membros da organização possam continuar a utilizar o Analytics como uma fonte de relatórios visuais. Consulte a Etapa 7: Referência a at.js ou mbox.js em todas as páginas do site no Analytics para implementação do Target para obter mais informações.